Antropofagia ou Multiculturalismo? Oswald de Andrade na 24ª Bienal de São Paulo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram

Dissertação de Mestrado: Antropofagia ou Multiculturalismo? Oswald de Andrade na 24ª Bienal de São Paulo

Autor(a): Helena Pereira de Queiroz

Ano: 2012

Orientador(a): Helouise Lima Costa

Unidade da USP: Interunidades em Estética e História da Arte

Disponível em: https://doi.org/10.11606/D.93.2012.tde-16072012-102400

 

Resumo:

Esta dissertação examina os conceitos que embasaram o projeto curatorial da 24ª Bienal de São Paulo, a última Bienal do século XX, realizada em 1998. Busca-se tirar o foco da análise unicamente da Antropofagia e do canibalismo para inserir a mostra no contexto do multiculturalismo. Parte-se do pressuposto de que o fenômeno do multiculturalismo, presente nas discussões políticas decorrentes das mudanças advindas da globalização e da consequente desterritorialização da arte no mundo contemporâneo, tornou anacrônica a tentativa de construção de identidades nacionais fixas, tema central do modernismo brasileiro. Nesse contexto, a 24ª Bienal teria se firmado internacionalmente não por estar centrada em um tema periférico da cultura brasileira, como pretendo comprovar, mas sim por inscrever-se no debate do multiculturalismo em tempos de globalização pós-colonial.

Palavras-chave: 24ª Bienal de São Paulo; Antropofagia; Multiculturalismo; Oswald de Andrade.

 

Fonte: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP.