Concurso premia melhor marca para projeto USP 2022

Estudantes de graduação ou de pós-graduação da USP podem participar com propostas; trabalhos devem ser enviados até 22 de maio de 2021
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram

A USP, por meio da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU), lançou um edital para propostas de logotipo e marca para serem usados no Projeto USP 22, que tem o objetivo de refletir sobre os marcos do Brasil nos anos de 1822, 1922, 2022 e 2122. Elas devem ser realizadas por estudantes da graduação ou pós-graduação da USP, individualmente ou em equipes de até seis pessoas, com um professor supervisor. Serão aceitas inscrições até 22 de maio.

Projeto USP 22 vai promover atividades de reflexão sobre o bicentenário da independência do Brasil, o centenário da Semana de Arte Moderna e o movimento modernista no Brasil. O atual cenário do país e a identificação dos desafios futuros também fazem parte das reflexões propostas.

Para a realização das atividades, o projeto busca uma identidade visual proposta por estudantes da Universidade. Ela deve ser composta de um logotipo, marca, além de um nome que deverá substituir “Projeto USP 22”. O projeto vencedor receberá um prêmio em dinheiro no valor de R$ 5 mil, além de um aporte financeiro de R$ 10 mil para o desenvolvimento.

Os participantes devem criar um projeto, apresentá-lo ao docente supervisor para aprovar o trabalho e inscrevê-lo até 22 de maio no formulário on-line. Na inscrição devem ser anexados os comprovantes de matrícula e resumo escolar dos estudantes.

Cada projeto pode conter até duas propostas de logotipo e marca. Deve possuir também uma apresentação sobre a identidade visual proposta além de um vídeo, de no máximo três minutos, que explique os objetivos do projeto. As informações detalhadas estão no edital USP 2022.

Representação de muitos brasis

“O que estamos chamando provisoriamente de Projeto USP 22, enquanto não selecionamos o vencedor do concurso que foi lançado para atribuição de um nome e de uma marca para a iniciativa, configura-se como um empreendimento ambicioso”, destaca a professora Diana Gonçalves Vidal, diretora do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) e coordenadora do Projeto. “Pretendemos reunir em um portal todas as atividades vinculadas aos marcos de 1822 e 1922 em curso na universidade, capitaneadas pelas unidades; fomentar novos eventos e, mesmo, proporcionar material de consulta tanto à comunidade acadêmica quanto à sociedade, com especial destaque à comunidade da educação básica, de modo a permitir uma contextualização das efemérides e promover uma reflexão sobre o passado e o presente do Brasil”, explica.

Diana também ressalta que o USP 22 almeja criar um ambiente de discussão sobre o futuro que se deseja construir para o país, por meio da realização de um Congresso internacional voltado ao tema Brasil 2122, previsto para ocorrer no final de 2022. “Por isso, precisamos de um nome potente e uma marca vigorosa que consiga aglutinar os quatro marcos propostos: 1822, 1922, 2022 e 2122. Estamos muito animados com este edital que implica, desde o início do projeto, a comunidade uspiana no debate crítico acerca destes muitos brasis”, conclui.

Dúvidas e informações adicionais: prceu@usp.br e (11) 3091-3240.

Texto: Jornal da USP