Carlos Gomes, um tema em questão: a ótica modernista e a visão de Mário de Andrade

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram

Tese de Doutorado: Carlos Gomes, um tema em questão: a ótica modernista e a visão de Mário de Andrade

Autor(a):  Lutero Rodrigues da Silva

Ano: 2009

Orientador(a):  Flávia Camargo Toni

Unidade da USP: Escola de Comunicações e Artes (ECA)

Disponível em: https://doi.org/10.11606/T.27.2009.tde-26102010-163812 

Resumo:

Inicialmente, a seguinte tese foi baseada em uma revisão bibliográfica de tudo o que se havia escrito sobre Carlos Gomes, segundo as bibliografias da música brasileira realizadas por Luiz Heitor Correia de Azevedo e Vicente Salles a segunda restrita à bibliografia do compositor – até a época da Semana de Arte Moderna. Tivemos o objetivo de avaliar o que se conhecia, nesta época, sobre Carlos Gomes, para então estudar o efeito que a Semana e o Modernismo exerceram sobre sua imagem, privilegiando sempre a ótica de Mario de Andrade. Por fim, foram estudadas as conseqüências do mesmo efeito sobre a bibliografia musical subseqüente, visando rever alguns conceitos e preconceitos – arraigados em nossa cultura – que foram prejudiciais ao compositor.

Palavras-chave: Carlos Gomes; Mario de Andrade; Modernismo; Música Brasileira; Ópera.

Fonte: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP