Correspondência de Luís da Câmara Cascudo: arquivos da criação e redes de sociabilidade intelectual

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram

Tese de Doutorado: Correspondência de Luís da Câmara Cascudo: arquivos da criação e redes de sociabilidade intelectual

Autor(a):  Giuseppe Roncalli Ponce Leon de Oliveira

Ano: 2016

Orientador(a):  Marcos Antonio da Silva

Unidade da USP: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH)

Disponível em: https://doi.org/10.11606/T.8.2016.tde-13092016-134518

Resumo: 

A presente tese propõe um estudo pormenorizado da correspondência de Luís da Câmara Cascudo com Mário de Andrade, Joaquim Inojosa, Gilberto Freyre e José Américo de Almeida (de 1922 a 1984), tendo como objetivo ampliar o debate historiográfico travado em torno da tentativa de restringir a produção intelectual de Cascudo à sua filiação ao Movimento Modernista ou ao Movimento Regionalista Tradicionalista do Nordeste. Para tanto, trataremos do debate suscitado pela epistolografia cascudiana, com ênfase na correspondência ativa de Cascudo editada e publicada antes e depois da publicação do volume Cartas de Mário de Andrade a Luís da Câmara Cascudo (2000), organizado por Veríssimo de Melo. Por intermédio das cartas enviadas por Monteiro Lobato, Rocha Pombo, Pedro de Orleans e Bragança & Guilherme Auler, disponíveis no acervo do Ludovicus Instituto Câmara Cascudo, buscamos demonstrar que para além do debate sobre o Modernismo no campo da crítica literária, houve durante o período de correspondência com Mário de Andrade a aproximação e o interesse de Câmara Cascudo em relação ao campo historiográfico, como a associação ao pensamento conservador monárquico. Empenhamo-nos em reconstituir as redes de sociabilidades intelectuais estabelecidas através da correspondência, tomando-as como arquivos da criação das obras e ideias sobre os movimentos anteriormente referidos. Buscamos demonstrar de maneira circunstanciada as complexas relações existentes na historiografia do regionalismo e modernismo no contexto da modernização da região Nordeste do Brasil, analisando as atitudes dos atores envolvidos no processo, assim como as contradições que ele implica.

Palavras-chave: Arquivos da criação; Correspondência; Luís da Câmara Cascudo; Modernismo; Redes-de-sociabilidade intelectual; Regionalismo-Tradicionalista-Nordestino.

Fonte: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP