Esculpindo para o Ministério: arte e política no Estado Novo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram

Dissertação de Mestrado: Esculpindo para o Ministério: arte e política no Estado Novo

Autor(a):  Marina Mazze Cerchiaro

Ano: 2016

Orientador(a):  Ana Paula Cavalcanti Simioni

Unidade da USP: Instituto de Estudos Brasileiros (IEB)

Disponível em: http://doi.org/10.11606/D.31.2016.tde-14042016-103524 

Resumo: 

Durante a gestão de Gustavo Capanema, ergueu-se o edifício-sede do Ministério da Educação e Saúde (MES). Visando atribuir à construção de orientação “moderna” caráter nacional, foram encomendadas várias obras de arte, entre elas um conjunto de esculturas, produzido entre 1937 e 1941, por Celso Antônio de Menezes, Adriana Janacópulos e Bruno Giorgi. Por meio da análise dessas esculturas, esta dissertação investiga as tentativas de figurar o ideal do “homem novo” empreendidas por políticos, intelectuais e artistas ligados ao MES. Buscamos compreender o que essas obras, como fontes, podem revelar acerca dos discursos sobre raça, gênero e nação do período. 

Palavras-chave: “Homem novo”; Escultura; Estado Novo (1937-1945); Gênero; Identidade nacional; Ministério da Educação e Saúde; Relações raciais.

Fonte: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP