Modernidade, tradição e caráter nacional na obra de Alberto da Veiga Guignard

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram

Tese de Doutorado: Modernidade, tradição e caráter nacional na obra de Alberto da Veiga Guignard

Autor(a):  Taisa Helena Pascale Palhares

Ano: 2011

Orientador(a):  Lorenzo Mammi

Unidade da USP: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH)

Disponível em: https://doi.org/10.11606/T.8.2011.tde-09092011-131338

Resumo: 

A presente tese tem como objetivo analisar as relações entre linguagem moderna, tradição, caráter nacional e lirismo na obra do artista plástico Alberto da Veiga Guignard (1896-1962). Ela visa compreender como se constrói, a partir do aprofundamento de suas fontes e influências, o espaço singular de seus trabalhos. Este se caracteriza, sobretudo, por sua espacialidade ambígua, no limiar entre a profundidade ilusionista da arte tradicional e a planaridade da pintura moderna, constituindo-se como uma das características decisivas de sua produção. Nossa abordagem não propõe um percurso cronológico, ao contrário, procura explicitar como, ao longo de sua carreira, diversos elementos estéticos são reiterados até atingirem um alto poder de síntese em paisagens realizadas do início dos anos 1950 até o final de sua vida. Em primeiro lugar, analisamos como se deu a recepção crítica inicial da obra de Guignard, ainda marcada por uma leitura de viés nacionalista, para destacar suas características decisivas, independentes de sua temática. Em seguida, retornamos a seu período de formação na Europa a fim de elucidar a relação com a produção artística da época. Examinamos também como sua poética dialoga com questões importantes do meio artístico brasileiro das décadas de 1930 e 1940 como, por exemplo, a revalorização da visualidade popular. A nosso ver, suas paisagens respondem de maneira dialética à dinâmica particular do modernismo no Brasil, estabelecendo-se como um momento privilegiado para sua compreensão.

Palavras-chave: Alberto da Veiga Guignard; Arte moderna; Cultura popular; Espaço; Modernismo brasileiro; Paisagem; Tradição.

Fonte: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP