As Mulheres na Academia Brasileira de Letras

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram

Texto: As Mulheres na Academia Brasileira de Letras

Produção: Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM) e Laboratório de Ensino e Material Didático (LEMAD)

Disponível em: https://www.bbm.usp.br/pt-br/3×22/kits-didaticos/as-mulheres-na-academia-brasileira-de-letras/ 

Descrição: 

Este Kit Didático propõe uma discussão acerca da ausência sintomática de mulheres na Academia Brasileira de Letras e, por consequência, no cânone literário brasileiro em geral. A partir do caso da não-eleição de Conceição Evaristo em 2018, os documentos aqui selecionados para investigação percorrem a história da instituição dando atenção especial a nomes de mulheres que estiveram presentes em todo o seu processo, mas que, salvas raras exceções, não são lembradas nos livros, nem nas escolas e nem nas universidades. Parte dos documentos selecionados aqui constam na pesquisa de pós-graduação de Michele Asmar Fanini, “Fardos e fardões: mulheres na academia brasileira de letras (1897-2003)”, apresentada em 2009 para o programa de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, na USP.

 

Fonte: BBM