Figurações do impasse: forma literária e modernização brasileira em Angústia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram

Dissertação de Mestrado: Figurações do impasse: forma literária e modernização brasileira em Angústia

Autor(a): Dimitri Takamatsu Arantes

Ano: 2019

Orientador(a): Ana Paula Sá e Souza Pacheco

Unidade da USP: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH)

Disponível em: https://doi.org/10.11606/D.8.2019.tde-11112019-110720

 

Resumo:

Dos romances de Graciliano Ramos, Angústia sempre ocupou posição privilegiada, seja pelo traço radical de experimentação formal que lhe é característico, seja pela apreciação da variada e extensa bibliografia crítica que se ocupou do livro. O presente trabalho busca interpretar este romance de Graciliano Ramos, publicado em 1936, levando em consideração duas linhas condutoras de nossa leitura: por um lado, a descrição de seu arranjo formal, cujos procedimentos técnicos remetem à experiência de vanguarda acumulada desde o Modernismo paulista da década de 1920; por outro lado, o contexto histórico de 1930, marcado por grandes agitações e mudanças nos campos político, econômico e social. Tendo em vista que as duas instâncias a estética e a História são, a nosso ver, indissociáveis, procuramos contribuir para a compreensão de Angústia segundo a perspectiva que enxerga, neste romance, um arranjo formal que se destaca de seus pares na produção literária da época. Contribui para isso não apenas a técnica de vanguarda empregada pelo autor, como também a fatura estética engendrada no livro e que acusa a posição peculiar de seu narrador sui generis. Assim, acompanhando a trajetória da figura do fracassado (um tipo dominante no romance de 30), buscamos entender como Graciliano Ramos articula elementos que estão diretamente ligados ao desenvolvimento das formas literárias depois da experiência modernista, o que implica, como pretendemos demonstrar, um ponto de vista particular sobre a modernização material e ideológica pela qual o país atravessava naquele momento com os rudimentos do nacional-desenvolvimentismo.

Palavras-chave: Angústia; Graciliano Ramos; Modernismo; Romance de 30.

 

Fonte: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP.