Legislar, amalgamar, civilizar: a mestiçagem em José Bonifácio de Andrada e Silva (1783-1823)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram

Dissertação de Mestrado: Legislar, amalgamar, civilizar: a mestiçagem em José Bonifácio de Andrada e Silva (1783-1823)

Autor(a): Letícia de Oliveira Raymundo

Ano: 2011

Orientador(a): Iris Kantor

Unidade da USP: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH)

Disponível em: https://doi.org/10.11606/D.8.2011.tde-06032012-103436

Resumo:

Por intermédio do exame de escritos políticos e científicos, correspondências e anotações pessoais, esta dissertação analisa as concepções de mestiçagem veiculadas por José Bonifácio de Andrada e Silva, entre os anos de 1783 e 1823. Discute-se seu posicionamento frente às teorias raciais correntes em sua época. Percebe-se que, afastando-se das mesmas, seus escritos revelam uma visão pragmática coerente com os pressupostos do reformismo ilustrado português. Tais concepções orientaram seu projeto de construção do Estado e da nação brasileira. A análise de suas propostas de mestiçagem revela ainda a configuração de uma política pública, que objetivava viabilizar a inclusão social das populações livres-pobres, ainda que de maneira socialmente hierarquizada.

Palavras-chave: José Bonifácio de Andrada e Silva; Mestiçagem; Nação; Raça; Reformismo ilustrado.

 

Fonte: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP.