Tornar-se compositor: a construção do modernismo musical e o processo de institucionalização da música de concerto em São Paulo (1920-1950)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram

Dissertação de Mestrado: Tornar-se compositor: a construção do modernismo musical e o processo de institucionalização da música de concerto em São Paulo (1920-1950)

Autor(a): Flavia Brancalion

Ano: 2016

Orientador(a): Fernando Antonio Pinheiro Filho

Unidade da USP: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH)

Disponível em: https://doi.org/10.11606/D.8.2019.tde-20122019-164550

 

Resumo:

Este trabalho trata do processo de institucionalização da música de concerto em São Paulo entre 1920 e 1950, tendo por fio condutor as trajetórias cruzadas de compositores que se engajaram no projeto modernista, com mais ou menos intensidade, e colhendo dele mais ou menos frutos. Parte-se do estabelecimento dos perfis morfológicos concernentes às origens sociais desses agentes a fim de compreender as condições de possibilidade de carreiras voltadas à criação musical. Em seguida, redesenha-se o estabelecimento de interdependências que se desenrolaram em certos círculos de sociabilidade nos quais as experiências modernistas se forjaram. Por fim, esboça-se os rendimentos do modernismo musical na fatura das gerações seguintes de compositores.

Palavras-chave: Compositores paulistas; Modernismo; Música de concerto brasileira; Música nacionalista; Sociologia da cultura.

 

Fonte: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP.